Evolve Fitness Concept

Alongar, sim ou não?

Alongar, sim ou não? 

Os alongamentos são, cada vez mais, um tema que gera bastante controvérsia no mundo do treino, na medida em que existem cada vez mais evidências da sua ineficácia e que podem mesmo prejudicar a performance do cliente/atleta.

A nosso ver, devemos evitar todos os alongamentos passivos, porque esses não nos trazem nenhuma “riqueza” neurológica para a nossa performance.

Já todos os alongamentos ativos, poderão ser incorporados num processo de treino bem delineado. 

Pela simples razão que estes alongamentos não são mais que treino de força, depende apenas da perspetiva com que olhamos para eles. 

Passemos a explicar: quando realizamos uma abdução horizontal dos braços, vulgo alongamento do peitoral, de forma ativa, não estamos mais que a encurtar toda a musculatura antagonista, que se encontra nas nossas costas, ou seja um alongamento implica um encurtamento ativo da musculatura oposta a esse movimento.

Assim, fazer alongamentos ativos e contra a resistência viscoelástica dos próprios tecidos do nosso corpo pode ser uma boa forma de nos prepararmos para a atividade que vamos realizar, ou mesmo, no término para recuperar alguma mobilidade posicional.

Por isso, bons treinos e bons alongamentos/encurtamentos!