Evolve Fitness Concept

O exercício ajuda a prevenir gripes e constipações

A prática de exercício físico tem uma enorme influência na condição geral de saúde e na qualidade de vida. As alterações positivas verificam-se no resultado das adaptações dos sistemas respiratório, cardiovascular, endócrino, digestivo e do próprio músculo esquelético, decorrentes de hábitos de vida que incorporam a atividade física regular.

Essas adaptações previnem doenças? 

Seguramente que sim. À medida que o nosso organismo melhora a sua capacidade funcional, nós adquirimos maior reserva energética, passamos a tolerar melhor o desgaste físico diário e diminuímos o "stress" causado pela influência dos diversos agentes do meio em que vivemos.

O sistema imunológico é fortalecido pela prática desportiva. Para uma pessoa saudável e treinada, geralmente uma constipação não atrapalhará o desempenho no exercício, uma vez que o sistema imunológico está apto para curar a infeção respiratória e ajudar na recuperação das micro lesões pós-exercício.

No caso da gripe e dos seus sintomas (febre alta, fraqueza, dores no peito e nas articulações), o exercício físico não é aconselhado, uma vez que pode piorar o quadro da doença.
No caso dos sintomas de irritação da garganta e obstrução nasal, são aspetos que não implicam necessariamente a interrupção dos treinos. Contudo, deve-se optar por exercícios físicos de menor intensidade.

Resumindo, pratique exercício físico moderado regularmente e durma o número de horas suficiente. Segundo estudos do Colégio Americano de Desporto e Medicina (ACSM), a atividade física moderada e contínua é fundamental para aumentar a resposta imunológica do nosso organismo e é capaz de eliminar em até dois dias os sintomas de uma constipação, já que estimula as células do sistema imunológico que combatem a infeção.

Texto de Rita Abreu