Evolve Fitness Concept

Escoliose

Nos dias de hoje vemos os mais novos queixarem-se cada vez mais cedo de dores nas costas. Muitas das vezes a dor que sentem tem origem num desvio da coluna, escoliose, ou segundo gíria comum “coluna torta”.

A escoliose é um desvio lateral da coluna com uma angulação superior a 10 graus, que pode ou não apresentar um padrão rotacional, a que chamamos de gibosidade. Esta rotação vertebral pode criar uma alteração no alinhamento da grelha costal, cintura escapular (ombros e omoplatas) e bacia.

Em cerca de 85% dos casos esta patologia é de origem idiopática, isto é, sem causa conhecida e afeta cerca de 5 a 8 vezes mais as raparigas que os rapazes. No entanto a escoliose pode apresentar outras origens, como é o caso da escoliose neuromuscular que tem origem em doenças neurológicas como a paralisia cerebral e a poliomielite e a escoliose congénita que surge na sequência de anomalias na formação ou da divisão das vértebras.

Alguns casos em que a escoliose é pouco acentuada os sintomas podem ser bastante subtis, no entanto, ainda assim, é importante aconselhar-se com o seu médico ou fisioterapeuta para evitar a progressão da mesma, evitando o consequente desgaste dos discos intervertebrais e a compressão nervosa.

Esteja atento(a) à postura dos seus filhos, um ombro mais elevado que o outro, a cabeça inclinada ou a tendência a dobrar um joelho mantendo o outro esticado quando fica de pé parado(a), podem ser sinais de escoliose. É de extrema importância um diagnóstico precoce, já que na fase de crescimento há maior predisposição para o agravamento da patologia.

Em caso de dúvida consulte um profissional especializado na área!

Nós podemos ajudar, saiba como!

Texto de Lígia Santos