Evolve Fitness Concept

6 Erros mais comuns que cometemos quando queremos perder peso

Hoje vamos ajuda-lo(a) a evitar alguns erros com que nos deparamos no dia a dia.

O emagrecimento é muito mais do que contar calorias, emagrecer é diferente de perder peso, emagrecer significa reduzir a % de massa  gorda e perímetros corporais.

Eu quero emagrecer

Provavelmente você já experimentou diferentes tipos de dietas -  da lua, da sopa, páleo, detox, até já correu os ginásios todos da sua cidade e foi até às aulas que prometiam gastar 1000 kcal em 1 hora. Mas ainda assim não vê resultados…

Calma, nós temos a solução! Não jogue a toalha ao chão e fique connosco durante este artigo.

Os 6 erros mais comuns de quem quer perder peso e a sua solução:

1- Acreditar cegamente em publicidade e alegações milagrosas das embalagens

Lá por o rótulo de um produto fazer parecer que é saudável não significa que o seja.

O lobby dos produtos alimentares faz-nos crer isso mesmo, com meias verdades e alegações "cientificas", os exemplos mais flagrantes são os flocos de pequeno almoço, alguns até dizem "fitness" são "integrais" e ricos em sabe-se lá o que faz baixar o colesterol e acompanham-se com o quê? Isso mesmo, leite (possivelmente não é a bebida mais interessante para si). Também há barras de cereais para antes/depois do treino (carregadas de açúcar e calorias vazias) e saladas com molhos, bebidas açucaradas, que contêm mais gorduras do que parece. A publicidade nunca informa sobre a quantidade de açúcar/gordura/sal por 100g nem da origem e processo de fabrico do conteúdo da embalagem.

É fundamental comer-se mais alimentos frescos, legumes, vegetais e fruta da época, se optarmos por produtos embalados, devemos sempre ler o conteúdo do rótulo e garantir que o alimento seja realmente adequado para o nosso objetivo.

2. Dormir mal, ou dormir pouco

Num processo de emagrecimento dormir é mais importante do que se possa pensar. Quando não dormimos as horas suficientes o nosso corpo vai-se sentir exausto e no dia seguinte, precisa de mais energia/calorias para funcionar, desencadeando vontade de comer alimentos prazerosos (açúcar/sal/gordura), que vão confundir os nossos recetores de saciedade fazendo com que estejamos a comer mais do que realmente necessitamos. A falta de descanso vai também induzir um estado de stress no nosso corpo, este que fica debilitado e com um clima hormonal propenso à acumulação de gordura.

Se você descansar corretamente, será muito mais fácil regular os seus impulsos alimentares, assim como permitirá ao seu corpo um estado de equilíbrio saudável.

3. Não fazer treino de força

Pensem na seguinte analogia, que um carro com um motor mais potente, só por sair da garagem gasta mais do que um com menos potência. O mesmo se passa com o nosso corpo, indivíduos que trabalhem os seus músculos e tem maiores % de massa muscular têm dispêndios enérgicos superiores no dia a dia dos que fazem apenas treino cardiovascular. O treino de força e resistência muscular aumentam a taxa metabólica em repouso e permite perder volume nas áreas em que trabalhamos com mais intensidade.

4. Não comer fibras suficientes

A fibra permite um sentimento de saciedade.

Uma dieta de baixo teor de fibras pode tornar a tarefa de perder peso muito mais complicada. Comer bastante fibra pode ajudar a reduzir o apetite à medida que nos enche e sacia.

Destacam-se os seguintes alimentos ricos em fibra: Todos os vegetais, especialmente os  brócolos, couves, alcachofras, espargos, espinafres e leguminosas como grãos de bico de lentilhas.

5. Não ingerir proteínas. São indispensáveis!

Se queremos perder peso, devemos privilegiar alimentos ricos em proteína, pois aumentam também a sensação de saciedade, permitem a "construção" de massa muscular (aumento do metabolismo). Alimentos como os ovos de preferência do campo, carnes de produção em pasto e ar livre, peixe selvagem ou de alto mar, leguminosas e frutos secos, são alimentos ricos em proteína que devem constar do seu cardápio. 

6. Expectativas irrealistas e ou elevadas. O erro dos erros

Nós concordamos que é bom ter metas, pois assim sabemos para onde temos que ir e ajudam a motivar durante o processo de mudança. Mas ter expetativas muito altas pode claramente ser um grande  inimigo, objetivos irrealista conduzem à frustração e desânimo, então aposte em metas a curto prazo e atingíveis e quando olhar para trás, verá o enorme caminho que  já percorreu, repleto de pequenos êxitos que no fim o(a) transformam num enorme caso de sucesso.

Quero mesmo alterar os meus resultados

Os nossos clientes já não cometem estes erros, na Personal Trainers não nos limitamos a dar treinos, acreditamos que conhecimento é promotor de mudança e formamos quem treina connosco intensivamente para que o seu sucesso seja garantido. Eles comprovam-no!

Seja também você um caso de sucesso!

Texto de Miguel Paiva