Evolve Fitness Concept

Os Benefícios da Atividade Física no Inverno

Surgem muitas questões sobre qual a melhor altura para a prática de exercício físico. Na época de verão e, consequente bom tempo, há uma maior predisposição de cada individuo para realizar atividades ao ar livre e a vontade de estar em forma.

No entanto, a prática de atividade física deve ser continua e a época do ano não deve ser um obstáculo. No inverno, tal como no verão, a temperatura influência a performance de treino, seja ela perda de peso, ou o ganho de massa muscular.

Descubra os maiores benefícios de fazer exercício físico no inverno! Marque já a sua avaliação!

Maior gasto calórico

As mudanças metabólicas causadas por temperaturas mais baixas potenciam o efeito da atividade física no organismo e assim a quantidade de calorias que vai gastar será maior. A prática de exercício com temperaturas mais baixas possibilita o seu corpo a queimar até 30% mais calorias do que no verão e assim, manter-se quente e aumentar a sensação de calor.

Aumenta o bem-estar geral

Está comprovado cientificamente que a prática de exercício melhora o mau humor, ideal para os dias cinzentos de inverno. Para além de que aumenta a concentração de endorfina, a substância que contribui para o bem-estar do organismo e para o combate da depressão. Só um treino com regularidade poderá trazer os seus melhores benefícios, uma vez que esta substância é libertada após 24horas do treino.

Evita as dores nas articulações

Com a prártica de exercício físico regular durante esta estação contribui para o fortalecimento dos músculos e a consequente diminuição das dores nas articulações.

Aumento de imunidade

Para manter a proteção do corpo contra gripes e constipações tão típicas desta época, basta seguir uma rotina saudável, de alimentação e atividade física. A prática de exercício físico regular aumenta a imunidade do organismo.

Abandonar os treinos na época do inverno é um erro que pode ter consequências para a saúde do nosso corpo. Venha treinar com a Personal Trainers!

Texto de João Matos