Evolve Fitness Concept

5 Benefícios de um core fortalecido

Hoje em dia muito se fala do core e a primeira coisa que nos vem à cabeça
quando ouvimos esta palavra são os músculos abdominais mas não é assim tão
simples e enganam-se os que acham que ter um bom core é ter um six-pack
trabalhado.

Segundo a Personal Trainers, a musculatura do core é constituída
por 29 pares de músculos que envolvem o nosso centro de gravidade, estes
são responsáveis pela estabilidade lombo-pélvica e por suportar a coluna,
proteger os nossos órgãos internos e o sistema nervoso central, favorecendo
a produção de força desde os membros inferiores até aos membros superiores
do corpo de maneira eficiente.

A ativação adequada dos músculos do core é essencial para proteger a coluna
lombar de sobrecargas mecânicas. Muitos dos movimentos do nosso dia a dia
exigem a ativação e estabilização dos músculos do core, por exemplo o
simples levantar da cadeira, carregar os sacos das compras, actividades
físicas etc. Quando estes músculos não estão devidamente fortalecidos a
tendência é usarmos outros músculos para estabilizar a coluna lombar, por
muito que ajudem não substituem os músculos do core, o que a longo prazo
traz consequências como, dor lombar, más posturas, dor na coluna, dor no
ombro e até desequilíbrios.


Benefícios de ter um CORE forte e estável (HANDZEL, 2003):

1. Aumenta o desenvolvimento de potência - Um core fortalecido e
estabilizado permite que mais potência seja gerada e transferida através
da cadeia cinética. Por exemplo, quando o nosso corpo sofre mudanças de
direção ou de aceleração, a potência pode ser um fator determinante entre o
sucesso e falha de um movimento.

2. Melhora a eficiência e a estabilidade - A maioria dos grandes grupos
musculares superiores e inferiores do corpo estão ligados à coluna ou
pélvis. Fortalecer esta "âncora" vai garantir uma plataforma mais estável,
permitindo que os movimentos sejam mais eficientes e com maior potência nos
nossos membros.

3. Melhora o equilíbrio - Um core fortalecido promove o nosso centro de
equilíbrio, mantendo a coluna vertebral e a pélvis estabilizadas, enquanto
os músculos dos braços, ombros e pernas estão em movimento.

4. Reduz o risco de lesão - Um core enfraquecido pode levar a uma
sobrecarga nas extremidades do corpo, causando lesões em certas situações.
Os músculos do core quando fortalecidos, eficientes e estáveis são capazes
de absorver e converter o movimento com mais força, causando menos stress
nas extremidades do corpo.

5. Melhora adaptações neurais - O treino do core produz padrões de
recrutamento neurais, tornando-os muito mais eficientes, ativação mais
rápida do sistema nervoso, sincronização das unidades motoras melhoradas,
assim como uma diminuição de reflexos neurais inibitórios.

Fortalecer o core deverá ser uma prioridade de qualquer treino, visto que,
a contração harmônica dos músculos que o compõem proporciona estabilidade
estática e dinâmica do tronco e da pelvis.

Melhora significativamente as actividades cotidianas e performance em
atletas.

Para tal, é necessário o acompanhamento de um profissional qualificado e
com conhecimento sobre este tipo de treino para que se tenha segurança na
execução dos exercícios. 

Texto de Viviano Rocha.