Evolve Fitness Concept

OS EFEITOS DO EXERCÍCIO FÍSICO PARA POPULAÇÃO COM DIABETES

Praticantes com diabetes vêm se tornando cada vez mais frequentes nas salas de exercícios dos ginásios, acompanhando o aumento da prevalência desta doença metabólica e o reconhecimento dos benefícios advindos da prática de exercício físico.

Existem dois tipos de diabetes (tipo I e II). Nos diabetes de tipo I, o exercício é mais útil no controlo dos fatores de risco associados, do que propriamente na regressão da doença. No que diz respeito aos diabetes tipo II, o exercício é vantajoso na prevenção primária e no controlo da doença. Para além dos ganhos de condição física e de saúde geral associadas à prática de exercício de forma regular, o diabético beneficia especificamente da redução de peso e de gordura abdominal, do aumento da sensibilidade à insulina, melhoria do perfil lítico e redução da tensão arterial.

O exercício aeróbio envolvendo grandes grupos musculares é considerado o mais adequado para aumentar a sensibilidade à insulina e uma maior permeabilidade da membrana celular à glicose mesmo sem insulina, e ocorrem ganhos mesmo que não se verifiquem aumentos da aptidão aeróbia, em apenas uma única sessão.

As alterações no quotidiano do individuo resultantes dos diabetes interferem com a sua estabilidade emocional. O exercício poderá aumentar nos doentes a perceção de saúde e o seu bem-estar psicológico.

 

Bons treinos!

Texto de Diogo Lopes